Amorim, a filha de Eduardo dos Santos e o Banco BIC

Posted: 28 de Junho de 2011 in Ecónomia, internacional, Política e finanças

– Segundo notícia do Jornal “Público”, Américo Amorim e uma das filhas do presidente angolano, Isabel dos Santos,abriram mais um banco em Portugal, o qual é presidido por… Mira Amaral. Trata-se do “Banco Internacional de Crédito de Angola”. Várias questões decorrem desta notícia… Desde logo, Mira Amaral, o mais conhecido e rico de todos os reformados de Portugal que numa conhecida história de uma reforma da CGD em levou 18 mil euros mensais por se “reformar” depois de apenas 1 ano e meio de trabalho… Alías, a esta pensão milionária de 18 mil euros (3231 euros) aos quais ainda soma ainda hoje mais 1800 euros de pensão como deputado e onde deixou muitas saudades pela sua inacção e sonolência constantes. Agora eis que o “reformado milionário mais famoso de Portugal” retorna à superfície, num Banco, de novo, e acumulando mais um vencimento para a sua lista já extensa de prebendas e rendimentos… E chefiando um Banco com capital de Amorim, um dos maiores empresários portugueses que assim se esquiva de novo a fazer um investimento produtivo e desperdiça o seu Capital fundando mais um Banco, que é mesmo algo de que estávamos mesmo a precisar… Enfim. Amorim gasta o seu dinheiro onde quiser, embora lhe possamos sempre questionar o critério… Agora sempre gostaria de saber de onde vem o Capital que a família Eduardo dos Santos, e nomeadamente a sua filha Isabel dos Santos… Sabe-se que controla um bom lote de acções da PT, mas que começou a forrar o mealheiro num contrato de uma empresa sua para a “limpeza e saneamento” de Luanda no valor anual de… 10 milhões de dólares. Sabendo-se que Luanda é uma das cidades mais limpas de África, vê-se que a eficiência foi um dos critérios de selecção da “Urbana 2000″ de Isabel dos Santos… A filha de Eduardo dos Santos detém 25% do Banco Internacional de Crédito, juntamente com Américo Amorim, a empresa de telemóveis Unitel, uma empresa de móveis portuguesa, empresas ligadas à exploração de diamantes e à hotelaria, quer em Angola, quer em Portugal… De onde vem todo este Capital? Será que o facto de o seu pai, José Eduardo dos Santos, o presidente “vitalício” de Angola ser um dos homens mais ricos do mundo (e o seu povo, um dos mais pobres) tem algo a ver com a origem mais ou menos turva desta fortuna? Fontes: http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1295227&idCanal=undefined

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s