Archive for the ‘Alimentação’ Category


Quando o Sabor está no prato do dia e o sabor mais gostoso mais intenso é ai que entram os realçadores de sabor mais conhecidos como glutamato monossódico hoje cada vez mais presentes em tudo que é comida para ativar as papilas gustativas e multiplicar o sabor..mas sabia que essas aparentes neurototoxinas estão nos a matar literalmente e destruir nosso cérebro..e pior que tudo com a conivência de quem supostamente deveria defender os direitos do consumidor e saúde publica, se fizermos uma pesquisa superficial no google vamos encontrar em primeiro lugar um blog todo bonitinho com nome pomposo até aparentemente credível chamado portal da transparência, outro chamado pro teste bem conhecido da opinião publica ..mas a informação e tao pobre e incompleta que levanta suspeita de que ha interesses gigantescos por detrás..claro esta é um fato inegável que com o que sabemos hoje sobre pesquisas recentes não tem como esconder tudo contra fatos não ha argumentos mas falar que só para algumas pessoas alérgicas ou que deve ser consumido moderadamente…e um pouco tendencioso sera que se consumir estricnica ou remédio para ratos vou criar imunidade e resistência ao veneno..?
Vamos a factos…
O que exatamente é o Glutamato Monossódico?
Você pode lembrar quando o pó de GMS chamado “Accent” primeiramente veio aos mercados norte-americanos. Bem foi há muitas décadas anterior a este, em 1908, que o glutamato foi inventado. O inventor foi Kikunae Ikeda, um japonês que identificou a substância natural que incrementava o sabor, provinda da alga marinha.

Tomando como base esta substância, eles foram capazes de criar um aditivo criado pelo homem, o glutamato monossódico, e ele e seu parceiro criaram a Ajinomoto, que é hoje o maior produtor deste produto (e, interessante, também um produtor de remédios).
Quimicamente falando, o GMS é aproximadamente 78% de ácido glutâmico livre, 21% de sódio, e até 1% composto de contaminantes.

a FDA (Food and Drug Administration, ou Agência Norte-Americana de Controle de Alimentos e Medicamentos), classificou o glutamato monossódico como “ordinariamente conhecido como seguro (Generally Recognized as Safe ou GRAS)” e assim se manteve desde então

A QUESTÃO É QUE VÁRIOS CASOS GRAVES DE SAÚDE TEM SIDO REPORTADO Á FDA SEM QUE NADA TENHA SIDO FEITO não esquecendo que já o mesmo aconteceu com o aspartame que causa buracos no cérebro literalmente em que processos judiciais existem contra a industria mas nada tem sido feito e esses aditivos de morte como muitos outros continuam a fazer parte do CODEX ALIMENTARIUS enchendo os bolsos dos industriais e dizimando o povo..éé parece um pouco forte como argumento mas é exatamente o que esta acontecer com todos esses aditivos que entraram na cadeia alimentar..hoje irei apenas resumir a explanação ao glutamato abaixo um vídeo do DR
Russell Blaylock Medico e doutor cirurgião professor universitário autor e escritor de vários livros entre os quais destacamos excitotocinas el sabor que mata..mas só resumindo antes de vc visualizar este vídeo veja abaixo apenas alguns dos efeitos do glutamato monossódico ou realçador de sabor:
• Anemia
• Infertilidade masculina
• Lesão cerebral e tonturas
• Calcificação renal
• Aborto espontâneo
• Alterações gastrointestinais
• Alterações da visão, com enevoamento
• Reacções alérgicas e aumento de peso
estas extitotoxinas destroem literalmente tuas celulas..e provocam danos cerebrais irreparáveis..experiencias de laboratório com ratinhos de laboratório comprovaram isso

EXCITOTOXINAS

O que é doce nunca amarga, ou o sabor que mata!
Excitotoxina é toda a substância capaz de fazer as células cerebrais dispararem impulsos nervosos contínuos, o que condiciona na maioria das vezes na morte dessas células.
Para quem já ouviu dizer que o açúcar faz mal, mesmo não sabendo o porquê, a tendência será usar os adoçantes. Estes, podem ser naturais ou artificiais. Ambos têm uma característica em comum: são nocivos! Os mais utilizados são a sucralose, o aspartame, e a sacarina. Normalmente os adoçantes contêm uma mistura de todos ou de alguns deles. O agave e o xarope de frutose são essencialmente compostos por frutose a qual é um veneno para nós.
A investigação científica mostra que a sucralose (Splenda) é um tóxico ambiental, altamente nocivo para a saúde humana, o qual pode desequilibrar a tiróide, que destrói a nossa flora intestinal em cerca de 50%, contribuindo para um eventual aumento de peso e diminuição da imunidade. Interage desfavoravelmente com medicações como a quimioterapia e medicamentos para o coração. É absorvida pelas células de gordura (adipócitos) ao contrário do que é publicitado. Este adoçante recebeu uma aprovação rápida e “esquisita” por parte da FDA. Vá lá saber-se…$$$… o porquê! As crianças, as idosas e os doentes crónicos são os mais susceptíveis aos malefícios deste adoçante:
• Anemia
• Infertilidade masculina
• Lesão cerebral e tonturas
• Calcificação renal
• Aborto espontâneo
• Alterações gastrointestinais
• Alterações da visão, com enevoamento
• Reacções alérgicas e aumento de peso
• Etc.

Entao mas afinal o que sao estas excitotoxinas e como funcionam?.
um dos super veneno à espreita na sua comida e na dos seus filhos! Chama-se Mono Glutamato Sódio (MGS) e é usado como intensificador de sabor. É dos tais compostos que a indústria não larga nem por nada, e que tudo fará para o perpetuar. Porquê? Pela simples razão que aumenta o sabor de toda a comida, é barato e torna fabuloso qualquer alimento imprestável. Está em tudo, desde sopas, aos caldos e eventualmente nos alimentos para bebés. Tem a certeza que o seu fiambre não tem MGS? Ou o molho de que tanto gosta? Ou, etc.?
Concluindo, estes compostos causam lesão cerebral permanente e uma miríade de sintomas negativos que urge chamar a sua atenção. Os industriais da alimentação deitam mão a todo o tipo de subterfúgios para esconderem o que colocam nos alimentos. Cabe a cada um de nós zelar pelo que comemos e damos a comer. Cada vez mais é verdade que somos o que comemos. Mas podemos evitar isto ao excluirmos os alimentos processados. Por exemplo, é natural que um hambúrguer tenha MGS, mas um bife que compramos no talho ou o hambúrguer feito em casa certamente não o contêm. Não adianta fazermos programas anti-envelhecimento, mesmo com a medicina de topo à nossa disposição, se não tivermos consciência do que comemos. Será sem,pré um pouco como alguém a tirar água de dentro de um barco, enquanto outro vai fazendo furos abaixo da linha de água.

Onde se encontra o glutamato?
clik abaixo para ver alguns dos produtos que contem glutamato
http://www.tabelanutricional.com.br/contem/ingrediente/glutamato-monossodico

Molho de tomate Pomarola Tradicional Peneirado
Hambúrguer de Soja Sadia
Sardinha com olho de tomate Gomes da Costa
Farofa de soja Yoki
Tempero para carne gril Maggi
Molho para salada rosé Lisa
Requeijão cheddar Itambé
Requeijão ervas finas Itambé
Frango temperado desossado Copacol
Biscoito polvilho salgado salsa e cebola Vale Douro
Soja texturizada
Molho de Soja Shoyu
Snack, Batatas fritas, nachos etc etc etc (Leaim os rótulos)

Anúncios

Cientistas descobrem tratamento que renova completamente o sistema imunológico em 72 horas

Uma das coisas mais importantes para uma boa saúde é ter um sistema imunológico forte.

Dessa forma, seu corpo luta e vence ameaças como vírus e bactérias, impedindo o surgimento de doenças.

Mas, com o estilo de vida moderno pouco saudável e o consumo gigantesco de alimentos industrializados, o nosso sistema imunológico se torna cada vez mais fraco ao longo do tempo.

Mas tem uma novidade bem interessante.

Um grupo de cientistas da Universidade do Sul da Califórnia (USC), Estados Unidos, realizou um estudo sobre como melhorar e restaurar o nosso sistema imunológico e descobriu que a solução é o jejum.

Isso mesmo, o jejum.

Os pesquisadores descobriram que um jejum bem orientado não só vai fazer você perder alguns quilos, mas também fortalecerá seu sistema imunológico e vai melhorar sua saúde em geral,

Para tanto, bastam apenas de 4 a 8 dias de jejum por ano.

Vamos detalhar o que os cientistas descobriram.

Preste atenção, tá?

Seguinte, um jejum de 2-4 dias de cada vez, a cada seis meses, faz com que as células-tronco despertem e comecem a se regenerar.

A pesquisa também mostrou que o jejum destruir células danificadas e faz com que novas células nasçam.

Usso significa um sistema imunológico completamente renovado.

E, depois que o jejum termina, seu corpo começa a gerar novas células sanguíneas, fazendo com que os nutrientes comecem a fluir novamente.

“Se você estiver com o sistema imunológico severamente fragilizado por fatores como quimioterapia ou envelhecimento, os ciclos de jejum podem literalmente criar um novo sistema imunológico”, disse o professor de ciências biológicas Valter Longo.

“Nós não sabíamos que o jejum prolongado tem o notável efeito de promover a regeneração do sistema do sistema hematopoiético baseado em células-tronco”, declarou o cientista.

“Quando você se priva de alimentos, o sistema tenta economizar energia, e uma das coisas que você pode fazer para economizar energia é reciclar muitas células do sistema imunológico que não são necessários, especialmente aquelas que podem estar danificadas”, disse o professor Longo.

“O que eu comecei a notar no trabalho com animais e seres humanos é que os glóbulos brancos diminuem com o jejum prolongado. Então, quando você volta a se alimentar, as células do sangue retornam”;

E o principal: elas retornam completamente renovadas, com muito mais vigor.

A professora assistente do Norris Comprehensive Cancer Center and Hospital, da mesma universidade, Tanya Dorff, coautora da pesquisa, declarou sobre a descoberta: “A quimioterapia salva vidas, mas também causa danos colaterais significativos para o sistema imunológico. Os resultados deste estudo sugerem que o jejum pode aliviar alguns efeitos negativos da quimioterapia”.

O que os cientistas descobriram a medicina natural já sabe há muito tempo.

Vários terapeutas naturalistas prescrevem o jejum como um recurso de cura.

Mas você nunca deve fazer jejum sem a orientação de um profissional.

A preparação para esse procedimento tem que ser bem-feita.

Assim como a saída de um jejum.

Se deseja se aprofundar mais sobre o assunto, pesquise, leia bastante.

Um bom livro, para iniciar o estudo, é “Jejum Curativo”, de Mário Sanchez.

Fonte da matéria: USC News

INDICADO AO PRÊMIO NOBEL, DR. LUIS MOURA FALA SOBRE A AUTO-HEMOTERAPIA: UM TRATAMENTO BARATO E EFICAZ, NA CURA DE VÁRIAS DOENÇAS, QUE CONSISTE, SIMPLESMENTE, EM CLOLETAR SEU PRÓPRIO SANGUE E APLICAR NO MÚSCULO, AUMENTANDO A IMUNIDADE DE 5% PARA 22%. O TRATAMENTO É EFICAZ NA CURA DE VÁRIAS DOENÇAS, INCLUINDO AIDS, CÂNCER, DIABETES E HIPERTENSÃO.


Cancer X Fascíolas

Qual a relação dos bichos que dão em gente com as doenças que achamos incuráveis como o cancer?

vai abaixo a melhor explicação que vi até hoje.

A cientista canadense Hulda Clark, Ph.D., N.D., bióloga especialista em biofísica e fisiologia celular, pesquisou durante 21 anos para o governo americano e resolveu prosseguir sozinha. Tem seu próprio laboratório e atende pacientes de câncer, afirmando que já obteve a reversão de centenas de casos.

Ela diz que cem por cento de todos os portadores de câncer têm Fasciolopsis buski, a fascíola intestinal humana, só que no fígado em vez do habitat natural, o intestino. Segundo ela, esse deslocamento anômalo e fatal é possível graças à presença de poluentes químicos no organismo e à debilidade do sistema imunológico. E sustenta que basta acabar com a fascíola para acabar com o câncer.

Ela diz que os ovos da fascíola entram na corrente sanguínea por minúsculos machucados na parede intestinal, causados pelos mecanismos de fixação do verme adulto, e chegam ao fígado já convertidos em miracídios, que normalmente seriam engolidos pelas células macrófagas. O desastre acontece quando, por alguma razão, a pessoa tem álcool isopropil circulando; ele neutraliza a capacidade protetora do fígado, os miracídios se instalam e produzem rédias com alto poder de multiplicação espontânea – 40 novas rédias por cabeça, que também podem se deslocar para outros tecidos imunologicamente debilitados, como o pulmão dos fumantes, por exemplo, ou o colo do útero ferido. Depois de algum tempo, essas rédias se transformam em cercárias; constroem um cisto em torno de si mesmas e ali viveriam fechadas para sempre, não fosse pela presença no organismo de solventes, como benzeno, que dissolvem o cisto.

Pronto: a fascíola está livre para comer nossos tecidos, crescer, casar e ter muitos filhinhos.

O problema, porém, não fica aí. Essa multiplicação dentro do organismo põe em circulação um agente químico, a ortofosfotirosina, que só a Fasciolopsis buski produz. Trata-se de um fator de crescimento que o verme fabrica para si mesmo nos estágios iniciais, mas que serve igualmente para multiplicar as células cancerosas. E, segundo a dra. Clark, esse fator é amplamente reconhecido como sinal de atividade do tumor. Em suas pesquisas, ela detectou a presença anormal de álcool isopropil no fígado e/ou intestino em 100% dos casos de câncer, com fascíolas se desenvolvendo em vários órgãos e neles produzindo tumores, e também encontrou o solvente benzeno associado com 100% de casos de HIV (mais de 100 casos), com fascíolas intestinais se desenvolvendo no timo. Encontrou ainda aflatoxina B, produzida por fungos, e reconhecidamente cancerígena, na maioria dos pacientes. 

Esta cientista está convencida de que nós, humanos, só temos dois problemas de saúde: parasitas e poluição.

Diz que a fascíola, quando se instalanas paredes do útero, provoca cólicas e sangramento menstrual fora de época; se sair, pode levar pedaços do endométrio para a cavidade abdominal e gerar endometriose. Nos rins causa lúpus e mal de Hodgkin. Se completar seu ciclo no cérebro, causa mal deAlzheimer e esclerose múltipla. Se for no pâncreas, dá diabete. No timo, vai produzir baixa imunidade e favorecer a ação dos vírus da aids. Se invadir os músculos causadistrofias. No intestino é responsável pelo mal de Crohn, e o sarcoma de Kaposi também seria obra dela.

A dra. Clark tem uma idéia surpreendente sobre as pedras da vesícula: que elas se formam em torno de parasitas do sistema hepático, mortos e Ja apinhados de bactérias. Nao aparecem nos raios-x e ultra-sons porque, em sua maioria, não são calcificadas. Vão entupindo os dutos biliares, impedem a bile de fluir, e isso faz aumentar o nível de colesterol no sangue. Em seu livro The cure of ali diseases ela mostra fotos dessas pedras que lembram a forma das fascíolas.

 Sobre câncer, o cenário que a dra. Clark desenha não é menos dramático: como o tecido invadido pela fascíola não recupera mais sua imunidade, vira albergue para todo tipo de parasitas e o tumor canceroso é um foco de vermes, bactérias, fungos e vírus, cheio de toxinas, álcool isopropil, fréon, metais pesados como cobre, mercúrio e níquel, venenos como arsênico e componentes de agrotóxicos e pesticidas. E os cistos de seios e ovários, diz ela, são cheios de micélios, a forma avançada dos fungos.

Muito enfática em suas afirmações, a dra. Clark deixa de lado o rigor científico quando divulga seus achados, o que cria uma enorme margem de dúvidas quanto à seriedade do seu trabalho; mas nunca foi contestada oficialmente e divulga aos quatro ventos sua fórmula para acabar com vermes, que está no capítulo sobre tratamentos.

Mas acentua que, depois da limpeza, o mais importante é recuperar a imunidade, banindo da alimentação

fontes de álcool isopropil como bebidas gaseificadas, café descafeinado, sucos de fruta engarrafados e açúcar branco. Esse álcool é muito presente em cosméticos, xampus e outros produtos para cabelo; ela diz para bani-los. e não usar nada que tenha “propil” no meio.

Há nos Estados Unidos uma crescente mania de limpeza intestinal através de colonics, lavagens intestinais em que água e outros produtos penetram profundamente no cólon. Síndrome de um país onde a prisão de ventre se tornou regra. Pessoas que trabalham com isso dão testemunho de uma enormidade de vermes intestinais saindo da maioria dos clientes, todos adultos, urbanos, de primeiro mundo e sem sintomas claros de verminose, mas cheios de problemas de saúde.

Diz o parasitologista americano Geoffrey Lapage, em seu livro Animais parasitic in man: “Não há parte do corpo humano, bem como de outro hospedeiro qualquer, que não seja visitada por algum tipo de animal parasitário em algum momento de sua história de vida.”

Fote: Almanaque de bichos que dão em gente, Dra. Ulda Kark


fosfoetanolamina na cura do cancer

fosfoetanolamina na cura do cancer

CANCER e FOSFOETANOLAMINA

Uma cura que se conhece desde 1936, alguem saberia porque esse produto ainda não está no mercado?

A saga dos laboratórios e a escravidão do sistema para punir afinal “todos os atos bons não ficarão impunes”.

O Sistema trabalha apenas para se auto alimentar, olhe as noticias abaixo, se voce tiver um testemunho positivo pois já experimentou o produto, deixe sua mensagem.

http://globotv.globo.com/…/conheca-quem-e-o-curand…/4278568/

http://blumenews.com.br/…/curandeiro-de-pomerode-e-preso-e-…

http://www.bv.fapesp.br/…/avaliacao-das-propriedades-anti-…/

http://g1.globo.com/…/pacientes-pedem-na-justica-que-usp-fo…

Se voce prestar atenção, eles não estão realmente preocupados com a saude da população, estão apenas preocupados com os registros, afinal, afirmar que pode matar uma pessoa é fácil, quero ver se o que eles apresentam como cura, pode realmente curar, mas é comprovado que o que a ANVISA autorizou a produzir, ou aplicar, como Quimioterapia, ou os remédios, isso mata, mas tem registro legal para fazer isso.

No momento não temos como ajudá-lo, mas vamos orar por ele, e se preciso for, uma manifestação na cidade para chamar a atenção do mundo.

um pouco de História sobre o Produto.

História

Outhouse em 1936 isolou a fosfoetanolamina de tumores malignos bovinos, fornecentdo a primeira existência deste composto livre na natureza, e após este trabalho, outros pesquisadores Outhouse E.L. (Biochem J. v. 30, p. 197-201, 1936) encontraram a fosfoetanolamina em intestinos de ratos e em tecidos cerebrais de bovinos.

Cherbuliez e colaboradores em 1970 sintetizaram, caracterizaram e analisaram o comportamento químico de muitos ésteres fosfóricos, publicando trabalhos sobre o tema. A síntese descrita por estes pesquisadores envolveu inúmeras etapas, eles encontraram subprodutos.

Mal de Alzheimer[editar | editar código-fonte]
Inúmeras pesquisas demonstram a sua relação com a variação da concentração da fosfoetanolamina em doentes de Alzheimer, Isquemia, Epilepsia, e Câncer.

A USP através de seus pesquisadores conseguiu sintetizar esse produto para a cura do Cancer, fazem mais de 20 anos e nunca chegará ao mercado.
É importante salientar que a fosfoetanolamina apenas atua no organismo como sinalizador mostrando e colocando como que umas etiquetas para que o sistema imunológico possa atacar as células doentes e distrui-las..associado á toma deste medicamento é imperativo complementar com uma dieta para fortalecer o as defesas do organismo, aconselhando se a toma de vitamina A D E diariamente, exposição Solar, desintoxicação do figado e dos restantes orgãos que vão lutar no combate á doença atraves da eliminação completa de alimentos e agentes agressores e que vão acidificar o organismo como chá, café, tabaco, bebidas alcoólicas, açúcar, gorduras saturadas, produtos de origem animal, sendo a dieta vegana/crudivora a mais prescrita produtos transgénicos (que também vão alterar os orgãos com mutações…já comprovado)
outras coisas  a evitar é todo o contato com radiações proximidade a postes de alta tensão, comida no micro ondas, 4g…
Estamos neste momento a criar um grupo de apoio para colocar um ação judicial para liberar o medicamento..tendo já algum resultado..para mais info entre em contato para esse mail hilx@graphicenter.pt

poderá ver ainda inumeros testemunhos da cura como eu proprio assisti

 


Constipação Gripe
Anatomia vírus constipação bacteriana Anatomia vírus da gripe
Diferenças
  • Rara experiência de febre, caso exista, suave
  • Raramente causa dores de cabeça
  • Por vezes causa dores ligeiras
  • Fadiga suave
  • É pouco comum a exaustão extrema
  • Nariz entupido é comum
  • Espirros frequentes
  • Garganta inchada
  • Desconforto peitoral moderado
  • No máximo, pode levar a sinusite, congestão ou a dores de ouvidos
  • Sempre acompanhada de febre alta
  • Dores de cabeça proeminentes
  • Dores severas corporais e das articulações
  • Fadiga e cansaço que pode durar até três semanas
  • Sensação de exaustão nos primeiros dias
  • Rara experiência de nariz entupido
  • Rara ocorrência de espirros
  • Garganta inchada pouco comum
  • Desconforto peitoral severo
  • Pode evoluir para bronquite ou pneumonia, que são doenças perigosas

Limão e mel para a garganta

Tal como a tosse, as dores de garganta resultam da inflamação na laringe e faringe. Não existindo outros sinais, como pus, gânglios inchados ou dor ao engolir, o problema passará sem tratamento. Gargarejar com água salgada pode aliviar o incómodo: dissolva meia colher de chá com sal num copo de água morna e use várias vezes por dia. Beber uma infusão quente com mel e limão também ajuda. Os anestésicos, como a benzocaína, permitem um alívio temporário, mas ficam mais caros e não servem para as crianças.
O melhor a fazer é reforçar o sistema himunitário para se livrar o mais rapidamente possivel da doença prefira uma dieta rica em fibras vitaminas agua e minerais comendo frutas preferencialmente da época ex (citrinos), verduras e legumes crus..

Sintomas incómodos e contágio fácil

O mal-estar localiza-se sobretudo na zona do nariz e da garganta. Com a inflamação destes, aumenta a produção de muco, surge o corrimento e a congestão nasal, acompanhada de espirros. Estas secreções podem irritar a faringe e provocar dor de garganta e tosse.

Ao tossir, espirrar ou falar, libertam-se gotículas contaminadas. Se alguém as inalar, muito provavelmente, ficará infetado. Por isso, é fundamental cobrir a boca e o nariz com um lenço de papel sempre que espirrar ou tossir. Em seguida, deite-o no lixo e lave as mãos. Se não puder usar um lenço, recorra ao antebraço, não à mão.

O contágio também pode ser indireto. Ao espirrar, por exemplo, o vírus é transferido para um telefone, uma maçaneta ou um teclado, onde sobreviverá até 3 horas.

Lavar as mãos amiúde, com água e sabão, ajuda a prevenir o contágio. Se possível, evite contacto próximo com doentes e não partilhe objetos, como toalhas, talheres, copos e brinquedos.

A constipação apresenta sintomas idênticos aos da gripe, pelo que é difícil distingui-las. Porém, na última, as manifestações tendem a ser mais intensas e incluem febre, arrepios, dores no corpo e cansaço extremo. Nalguns casos, evolui para pneumonia e pode ser necessário internamento hospitalar. Na constipação, as complicações são raras.

Dieta

Fluídos

A ingestão de fluídos é de extrema importância nesta fase, pois se o corpo estiver desidratado fica mais vulnerável aos vírus. O mesmo se aplica no nosso dia á dia, se estivermos submetidos a uma grande carga de trabalho, ou pressão emocional, a hidratação é essencial. A água, as tisanas, o chá e sumos naturais, acabados de espremer, (limão, lima, cenoura, beterraba, germinados e maça) são ideias para ajudar o corpo a depurar. Devem ser bebidos á temperatura ambiente e diluídos com alguma água para ficarem mais leves. É importante beber quantidades pequenas a moderadas de líquidos para facilitar a sua absorção. Outra maneira de reidratar é através de sopa, como creme de legumes ou caldos caseiros, que são de fácil digestão.

Alimentos que ajudam no combate contra a constipação

Alho – Ajuda a diminuir a produção de mucosidade. Comer um alho cru por dia no mínimo. Pode ser numa torrada com azeite ou finamente picado na sopa ou  comida, no final da cocção. Tirar o gérmen diminui o hálito a alho e a indigestão que pode provocar em certas pessoas.

Os cogumelos shitake, o gengibre e a cebola também potenciam o sistema imunitário. Se gosta de picante utilize a pimenta de cayenne.

Alimentos ricos em vitamina C – Alimentos como o kiwi, laranja, limão são conhecidos como os campeões. Coma a fruta inteira para beneficiar de todos os nutrientes. Os legumes também  contêm bastante vitamina C, evite a cocção prolongada que destrói esta vitamina.

Pode também tomar suplementos mas não se esqueça de incluir as frutas e os legumes pois estes são ricos em nutrientes e bioflavonoides e dispõem de um leque muito mais variado de nutrientes para ajudar o seu sistema imunitário do que um simples comprimido de Vitamina C.

Alimentos ricos em betacarotenos – aqui incluem-se as frutas e os legumes de cores como o vermelho, laranja, amarelo (pimentos de várias cores, cenoura, beterraba, couve roxa ou normal, salsa, algas… todos eles são ricos em bioflavonoides e vitamina C, ajudam o sistema imunitário e o sistema respiratório (limpam a mucosidade)

Alimentos ricos em Zinco – É um mineral importante para o sistema imunitário, pode ajudar a diminuir o tempo da constipação. Abundante  em alimentos como as sementes de abóbora, ovos, levedura de cerveja, e alguns germinados como a alfalfa. Encontra-se na fruta como:  maçãs (pode ser cozida), figos, alperces, tâmaras entre outros. Na medicina natural se o indivíduo tiver mucosidade não se recomenda comer frutas cítricos, exceto o limão ou a lima.

– Os cereais (trigo como o pão e massas…) devem ser evitados, dar preferência aos legumes, e a proteínas de boa qualidade e de fácil digestão.

– Os complexos multivitamínicos podem ser incluídos mas nunca devem substituir uma alimentação rica em fruta e legumes.

– Pode incluir o pólen, um suplemento muito interessante e que contém uma pequena quantidade de proteínas.

– Sempre que possível devemos tentar comer alimentos cultivados de maneira biológica ou ir a feiras ou mercados e comprar legumes e frutas da época. A agricultura intensiva infelizmente provoca o empobrecimento do solo e por vezes nada mais nos resta do que recorrer também a suplementos para podermos compensar épocas mais stressantes.

A evitar…

Lácteos – segundo a medicina natural os lácteos favorecem a produção de mucosidades e devem ser evitados. Os derivados do leite de cabra, ovelha são melhores do que os do leite de vaca. A opção pode também passar por substitutos como o leite de aveia, arroz, ou soja.

Não se esqueça que os legumes de cor escura são ricos em cálcio, tal como os frutos secos.

Açúcar – Evitar açúcar refinado, este aumenta a mucosidade e diminui a efetividade dos glóbulos brancos na sua luta contra a infeção. Substitua-o por um bom mel

Trigo – Evite as farinhas de trigo refinadas que são de  difícil digestão e pobre em nutrientes. Uma pausa deste alimento ajuda-o a recuperar.

Alimentos pré-confecionados – Evite estes alimentos que são ricos em conservantes, corantes, sal e açúcar.

fontes: deco / euroclinix / correrporprazer /


Produza os seus cogumelos em casa

Nova promoção agora o kit de produção profissional de cogumelos pleurotus, por apenas 15€ un Produza os seus cogumelos em casa